Tempo de cozimento dos legumes

A nossa alimentação deve ser a mais saudável possível, consumindo uma grande quantidade de verduras, legumes e frutas diariamente. Mas para que possamos aproveitar todos os nutrientes precisamos saber o tempo de cozimento de cada um. Lembrando que a melhor forma de cozimento (para aproveitar todos os nutrientes) é a vapor.

O ponto do alimento é bem pessoal, então a tabela que usei é levando em conta o tamanho médio de cada alimento e deixando ele bem molinho. Você pode adaptar ao seu gosto, aumentando ou diminuindo o tempo de cocção. É importante saber que o corte do legume deve ser feito na direção da fibra e é super aconselhável acrescentar um pouco de sal na água fervendo porque depois de cozido é bem complicadinho arrumar o sal já que não vai penetrar no alimento.

Sem título

Espero que tenham gostado da dica e se quiserem saber mais alguma coisa é só deixar nos comentários que ficarei bem feliz em ajudar.

Continue Reading

Código de cor para tábuas de corte

Eu não sei vocês mas sempre fui muito desligada com relação à isso, tanto é que na minha casa só tinha um tipo de tábua e era de madeira.

Você já reparou que diminuíram/quase não existe mais para vender colheres de pau e tábuas de madeira? É porque a ANVISA proibiu o uso desses utensílios em bares e restaurantes por questão de higiene e segurança alimentar. O problema da madeira é que as facas ou objetos cortantes deixam fissuras na superfície, podendo assim acumular restos de alimentos difíceis de limpar e aumentando a produção de bactérias.

Então Priscila, como posso fazer um alimento seguro e livre de tanta bactérias assim? Muito simples amiguinhos, é só utilizar o código de cor para tábuas de corte.

No mercado existem três tipos de tábuas. As de madeira que como falei ali em cima não são recomendadas, as de vidro, que são boas no sentido de não abrigarem bactérias e odores mas dependendo do tempo de uso pode facilitar a perda do fio da faca e as mais recomendadas, de plástico (ou polietileno).

placas_alca_canaleta(1)

  • Tábua branca pode ser usada para tudo na vida (caso você não tenha outras cores) mas normalmente é utilizada para laticínios;
  • Tábua bege é usada para assados e embutidos;
  • Tábua vermelha é usada para carnes cruas (carnes vermelhas);
  • Tábua azul é usada para peixes e frutos do mar;
  • Tábua verde para verduras, legumes e frutas;
  • Tábua amarela para aves

A limpeza das tábuas deve ser feita com água e sabão, sempre após o uso e no final do dia deixar de molho (para higienizar) com água sanitária.

E ai, quem já conhecia esse código de cores e utilizava? 😀

Continue Reading

Mussarela empanada com miojo

Vocês já pararam para pensar em como queijo mussarela é gostoso? E miojo? Mas… Será que os dois combinam? :O

Tenho procurado bastante inspiração para essa TAG no pinterest e vi uma imagem que muito me chocou e me deixou intrigada (tanto é que na mesma hora fui pra cozinha fazer pra ter a certeza de que seria muito bom). E como realmente é um lanchinho barato e diferente tá aqui a receita e modo de preparo para vocês.

Ingredientes:

  • 5 tiras de mussarela (tem que cortar ela bem grossa porque se não derrete e perde a graça)
  • 1 ovo
  • 100 ml de leite
  • Uma pitada de sal
  • Uma pitada de pimenta do reino
  • 1 pacote de miojo
  • 50g de farinha de trigo (pode ser mais ou menos, depende do tamanho da tira que você fizer)
  • Óleo para fritar

Modo de preparo:

  • Misture o sal, a pimenta, ovo e leite em um pote até ficar homogêneo. 

10617744_936272196419254_2009317348_n

  • Separe a farinha em um pote.

11997942_936272189752588_2030339305_n

  • Quebre o miojo em partes bem pequenas e coloque um pouco do tempero,

11992140_936272223085918_2037395234_n

  • Passe a mussarela primeiro na farinha, depois no ovo com leite e por último no miojo. Repita isso de três a quatro vezes. 

11996961_936272229752584_1681842152_n 11997381_936272183085922_1809376790_n

11997209_936272163085924_269387251_n

12007294_936272146419259_355192695_n

  • Frite e sirva com algum molho de sua preferência.

11992303_936272099752597_1312761388_n 11997209_936272083085932_2113031205_n

E ai, quem vai experimentar e me contar depois o que achou? 😀

Continue Reading

Brownie do Luiz – Resenha

browniedoluiz5

Quando fui ao Rio de Janeiro no carnaval quis aproveitar para conhecer o famoso Brownie do Luiz. Segundo o site, o produto começou a ser vendido em 2005 e manteve os mesmos ingredientes, a receita aberta, o calor do espírito carioca e a intenção de estar sempre compartilhando ideias inovadoras.

Eu conheci o produto no facebook, por uma publicação patrocinada da marca, e eu achei tão incrível todo o marketing envolvido e a forma como era apresentado aquilo às pessoas. Então, coloquei na minha listinha de “o que comer” no Rio.

Digamos que foi uma novela pra conseguir comprar. Meu namorado foi à duas lojas físicas da marca e estavam fechadas (por conta do carnaval né migos) e então, no último dia de viagem, quando cheguei no aeroporto achei um quiosque que vendia. Comprei. Custou  R$ 32,00, sim, doeu no meu bolso.

browniedoluiz4

Fui suuuper animada dar a primeira mordida porque né, fiquei esperando esse momento por meses. Achei uma bosta. Procurei algumas informações no site (e li os ingredientes) e vi que ele não é um brownie e sim um “bolinho da felicidade”. Açúcar, ovos, farinha de trigo e achocolatado em pó. Cadê o chocolate nessa receita?????

Eu tenho plena consciência que brownie é de certa forma um bolo solado, porém, ele leva chocolate derretido na massa (se quiserem até ensino uma receita bem bom pra vocês hehe) pra ficar molhado por dentro e crocante por fora.

O brownie do Luiz não é molhadinho por dentro, pelo contrario, é bem compacto. Então, o gosto é de bolo solado com uns crocates em cima.

browniedoluiz2 browniedoluiz3

Se vale a pena? Não sei. Talvez você ache produtos melhores e mais baratos. Mas se você gosta de bolo solado, vai na fé. Eu com certeza não comprarei novamente.

browniedoluiz

Quem ai já experimentou? me contem suas experiências.

Continue Reading

Como aromatizar azeite

azeitinhoExistem duas coisas no mundo que eu amo de paixão: Azeite e brownie. Por conta desse amor pelos azeites e por uma aula de aromatização de azeites que tive na faculdade, eu descobri que dá pra saborizar com o que quisermos e então deixar algo que é super bom pra nossa saúde (e que deixa um gosto maravilhoso na comida) ainda melhor.

O preparo é bem fácil, mas temos que tomar alguns cuidados. Primeiro devemos sempre limpar bem o pote de vidro que iremos usar para colocar o azeite com agua e sabão. Ferva em água por 15 minutos e depois deixe secar no forno bem alto por uns 5 minutos para que mate todas as bactérias. Quando seco, se quiser pode passar um álcool por fora.

Depois de limparmos bem o pote, é hora de escolher nossos aromatizantes. Eu sugiro: Alecrim, alho, pimenta, canela, raspas de limão e manjericão. Nessa etapa também devemos tomar alguns cuidados, para que sua conserva dure mais tempo use sempre ingredientes secos, por exemplo. um manjericão fresco durará em torno de 3 dias, logo depois irá começar a deteriorar. Em todos os mercados tem uma sessão de temperos secos, se jogue!

No caso do alho, descasque e coloque direto no azeite.

Modo de preparo do azeite aromatizado

Leve o azeite extra-virgem ao fogo (até uns 80ºC – ou seja não pode ferver). Em seguida, coloque o ingrediente dentro do azeite e tampe a panela. Quando esfriar, coloque, com a ajuda de um funil, em vidro que deve estar super limpo e esterilizado (ensinei ali em cima como fazer).

A proporção de azeite para aromatizante fica a seu critério. Se preferir um sabor mais suave coloque menos, se quiser mais forte coloque mais. Sempre lembrando que alho, manjericão e alecrim são bem fortes!!

A durabilidade como disse acima é bem mais baixa quando utilizado ingredientes frescos, em torno de 3 dias. Já com ingredientes secos a durabilidade é de até 15 dias, lembrando que esse tipo de conserva é para consumo rápido, então o ideal é fazer em pequenos potes e ir experimentando novos aromatizantes.

Continue Reading