O melhor jeito de fritar batatas

Eu amo batata frita, principalmente se for bem temperada e crocante. E é incrível como as melhores são sempre as mais gordurosas haha mas eu realmente tirei a fritura da minha vida (como às vezes, mas sinto que sempre que consumo passo mal) resolvi mostrar pra vocês uma receita infalível de batata frita assada.

Em uma palestra que fui da Bela Gil ela fez essa mesma receita substituindo a batata por batata doce. Fica incrível!

  • 4 batatas médias
  • Sal a gosto
  • 1 colher de sopa de amido de milho
  • 1 clara de ovo
  • 1 dente de alho picado
  • 1 ramo de tomilho *a gosto, ok? eu gosto bastante*
  • 1 colher de chá de páprica picante
  • 3 colheres de azeite de oliva

Modo de preparo:

Pré-aqueça o forno a 180 graus. Em uma assadeira grande coloque papel manteiga (se não tiver pode ser alumínio mesmo) e unte levemente com um pouco do óleo de oliva.
Lave as batatas para remover qualquer sujeira. Corte as batatas pela metade e depois longitudinalmente  e coloque em uma panela média de água fria, adicione o sal e leve para ferver. Cozinhe por 6-8 minutos para escaldar as batatas.
Escorra as batatas e deixe na peneira por 5 minutos para que eles possam secar. Depois de secas passe-as no amido de milho (como se fosse empanar).
Coloque o ovo branco em uma tigela grande e rasa ou prato. Usando um batedor de arame (ou um garfo), bata a clara de ovo com 1 colher de sopa de água, até que se torne um pouco espumoso.

Junte o alho picado e a páprica. Adicione as fatias de batata revestidas de amido de milho e misture com as mãos para grudar tudo.

Espalhe as batatas no tabuleiro, regue com azeite e salpique tomilho, sal e pimenta por cima. Asse por 45 min ou até as batatas ficarem douradas e crocantes.

oven-fries-30 oven-fries-31

Fonte: TOP WITH CINNAMON

Continue Reading

Salada de pêssego com balsâmico

Mesmo eu não sendo super fã de salada, sei que é uma comida super rápida, de alto valor nutricional e que  quase todas pessoas gostam, principalmente quando está aquele calor insuportável.

Essa receita é extremamente fácil e gostosa, além de ser diferente.

Espero que gostem e caso façam em casa, não se esqueça de voltar aqui e me contar o que achou 😉

  • 1 Alface inteira, rasgada em pedaços
  • 2 colheres de sopa de azeite
  • 1/2 cebola roxa, cortada em fatias finas
  • 2 colheres de sopa de vinagre balsâmico
  • 1/2 colher de chá de açúcar
  • 2 pêssegos e fatias
  • sal e pimenta

Modo de preparo:

Coloque o azeite em uma frigideira e deixe esquentar. Acrescente a cebola e deixe-a cozinhar mexendo ocasionalmente, até que fique crocante. Adicione o pêssego, o vinagre e o açúcar e deixe por 1 min.

Tire tudo do fogo e misture com a alface. Tempere com sal e pimenta.

peach-salad peach-salad2

Fonte: The Vanilla Bean Blog
Continue Reading

Tempo de cozimento dos legumes

A nossa alimentação deve ser a mais saudável possível, consumindo uma grande quantidade de verduras, legumes e frutas diariamente. Mas para que possamos aproveitar todos os nutrientes precisamos saber o tempo de cozimento de cada um. Lembrando que a melhor forma de cozimento (para aproveitar todos os nutrientes) é a vapor.

O ponto do alimento é bem pessoal, então a tabela que usei é levando em conta o tamanho médio de cada alimento e deixando ele bem molinho. Você pode adaptar ao seu gosto, aumentando ou diminuindo o tempo de cocção. É importante saber que o corte do legume deve ser feito na direção da fibra e é super aconselhável acrescentar um pouco de sal na água fervendo porque depois de cozido é bem complicadinho arrumar o sal já que não vai penetrar no alimento.

Sem título

Espero que tenham gostado da dica e se quiserem saber mais alguma coisa é só deixar nos comentários que ficarei bem feliz em ajudar.

Continue Reading

Código de cor para tábuas de corte

Eu não sei vocês mas sempre fui muito desligada com relação à isso, tanto é que na minha casa só tinha um tipo de tábua e era de madeira.

Você já reparou que diminuíram/quase não existe mais para vender colheres de pau e tábuas de madeira? É porque a ANVISA proibiu o uso desses utensílios em bares e restaurantes por questão de higiene e segurança alimentar. O problema da madeira é que as facas ou objetos cortantes deixam fissuras na superfície, podendo assim acumular restos de alimentos difíceis de limpar e aumentando a produção de bactérias.

Então Priscila, como posso fazer um alimento seguro e livre de tanta bactérias assim? Muito simples amiguinhos, é só utilizar o código de cor para tábuas de corte.

No mercado existem três tipos de tábuas. As de madeira que como falei ali em cima não são recomendadas, as de vidro, que são boas no sentido de não abrigarem bactérias e odores mas dependendo do tempo de uso pode facilitar a perda do fio da faca e as mais recomendadas, de plástico (ou polietileno).

placas_alca_canaleta(1)

  • Tábua branca pode ser usada para tudo na vida (caso você não tenha outras cores) mas normalmente é utilizada para laticínios;
  • Tábua bege é usada para assados e embutidos;
  • Tábua vermelha é usada para carnes cruas (carnes vermelhas);
  • Tábua azul é usada para peixes e frutos do mar;
  • Tábua verde para verduras, legumes e frutas;
  • Tábua amarela para aves

A limpeza das tábuas deve ser feita com água e sabão, sempre após o uso e no final do dia deixar de molho (para higienizar) com água sanitária.

E ai, quem já conhecia esse código de cores e utilizava? 😀

Continue Reading

Mussarela empanada com miojo

Vocês já pararam para pensar em como queijo mussarela é gostoso? E miojo? Mas… Será que os dois combinam? :O

Tenho procurado bastante inspiração para essa TAG no pinterest e vi uma imagem que muito me chocou e me deixou intrigada (tanto é que na mesma hora fui pra cozinha fazer pra ter a certeza de que seria muito bom). E como realmente é um lanchinho barato e diferente tá aqui a receita e modo de preparo para vocês.

Ingredientes:

  • 5 tiras de mussarela (tem que cortar ela bem grossa porque se não derrete e perde a graça)
  • 1 ovo
  • 100 ml de leite
  • Uma pitada de sal
  • Uma pitada de pimenta do reino
  • 1 pacote de miojo
  • 50g de farinha de trigo (pode ser mais ou menos, depende do tamanho da tira que você fizer)
  • Óleo para fritar

Modo de preparo:

  • Misture o sal, a pimenta, ovo e leite em um pote até ficar homogêneo. 

10617744_936272196419254_2009317348_n

  • Separe a farinha em um pote.

11997942_936272189752588_2030339305_n

  • Quebre o miojo em partes bem pequenas e coloque um pouco do tempero,

11992140_936272223085918_2037395234_n

  • Passe a mussarela primeiro na farinha, depois no ovo com leite e por último no miojo. Repita isso de três a quatro vezes. 

11996961_936272229752584_1681842152_n 11997381_936272183085922_1809376790_n

11997209_936272163085924_269387251_n

12007294_936272146419259_355192695_n

  • Frite e sirva com algum molho de sua preferência.

11992303_936272099752597_1312761388_n 11997209_936272083085932_2113031205_n

E ai, quem vai experimentar e me contar depois o que achou? 😀

Continue Reading